12 de agosto de 2017

Governo beneficiará produtores de cana-de-açúcar com fertilizantes

Seagri vai disponibilizar fertilizantes químicos suficientes para 01 hectare por produtor

Seagri vai disponibilizar fertilizantes químicos suficientes para 01 hectare por produtor

Nos últimos cinco anos, o Estado de Alagoas passou por duas longas estiagens ocasionando perdas produtivas para plantadores de cana-de-açúcar, facilitando assim, o aumento da mortandade de canaviais. O cultivo da cana é uma das principais atividades agrícolas da região, proporcionando durante séculos, riquezas e ocupando uma grande área da Zona da Mata, Tabuleiros, Agreste, Litoral Norte e Litoral Sul.

Para renovar e recuperar a produção de pequenos plantadores de cana-de-açúcar, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), vai disponibilizar fertilizantes químicos suficientes para 01 hectare por produtor.

Serão beneficiados 3.547 agricultores familiares que tem essa atividade como principal fonte de renda, sendo totalizadas 1.773,5 toneladas de fertilizantes, sendo meia tonelada por produtor familiar que são cadastrados pela Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). De acordo com o secretário da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, devido às variações climáticas atualmente, a produção estadual de cana era de 30.000.000 toneladas, sendo reduzida para 16.000.000 de toneladas neste último período.

“Os pequenos produtores que tem suas terras instaladas em áreas com difícil acesso a recursos hídricos, foram mais prejudicados”, explica o gestor da Seagri. O governador de Alagoas, Renan Filho, anunciou a ajuda aos milhares de pequenos produtores de cana-de-açúcar que perderam parte e mesmo a totalidade da safra por causa da pior estiagem, durante reunião com a direção da Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana), em audiência no Palácio.

No encontro, o governador Renan Filho firmou compromisso em ajudar esses agricultores a recuperar e renovar seus canaviais. O auxílio será feito por meio de convênio para distribuir adubos e fornecer equipamentos para enfrentamento da crise causada pela seca. Segundo a Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana), o Estado possui 3.547 pequenos agricultores, cuja produção alcança 500 toneladas de cana-de-açúcar por ano, com a mão de obra familiar.

O presidente da Asplana, Edgar Filho, afirmou que a situação é muito complicada e que a entidade está buscando soluções em todos os setores, como a retomada da subvenção da cana, que já foi discutida em reunião com o senador Renan Calheiros. Segundo dados da Asplana, 90% desses 7 mil agricultores em todo o estado são pequenos, dependem da cana para sua subsistência.

O secretário da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, destaca os esforços do governo Renan Filho dentro da política de diversificação das atividades agrícolas, e que não diminuem a importância que a cultura da cana tem dentro das políticas públicas desta gestão.

Marta Moura/Ascom Seagri

 

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *