7 de março de 2017

Escritor alagoano concorre à cadeira 37, da Academia Brasileira de Letras

BIENAL SP 1O escritor e poeta Adenildo Lima, nasceu em Colônia Leopoldina, Alagoas, e reside na cidade de São Paulo desde 1998, está concorrendo à cadeira 37, da Academia Brasileira de Letras (ABL), que era ocupada pelo poeta Ferreira Gullar. Adenildo é conhecido por muitos como uma pessoa batalhadora, que acredita em seus sonhos, sem abaixar a cabeça diante das dificuldades. Começou a trabalhar na roça aos cinco anos de idade e no canavial aos sete.

Quando chegou em São Paulo em 1998 tinha apenas o Ensino Fundamental e o sonho de um dia poder ser escritor. Atualmente, tem quatro livros publicados, e três diplomas universitários, sendo um deles, de mestre. Emocionado ele comenta sobre à sua candidatura na ABL: “É claro que passa um filme por minha cabeça. Vêm imagens desde a infância ao momento atual. Eu sei da relevância que tem a Academia Brasileira de Letras. Concorrer à cadeira, que era ocupada por Ferreira Gullar, é uma honra muito grande para mim.”

De acordo com o estatuto da ABL, para se candidatar a uma vaga para Membro da Academia, é preciso ter publicado obras de reconhecido mérito, que sejam literárias, ou não. A eleição para a cadeira 37 acontecerá ainda esta semana, quinta-feira, dia 9.

Link para acessar a matéria do jornal O Globo:

http://oglobo.globo.com/cultura/livros/abl-escolhe-nomes-para-as-cadeiras-de-ivo-pitanguy-ferreira-gullar-21015507

Fonte: SP Assessoria & Comunicação Cultural

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *